Nesta fase, serão investidos R$ 13,5 milhões em obras das sub-bacias do “Velho Chico” em 70 municípios mineiros, incluindo Brasília de Minas.

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, lançou nesta quarta-feira (22/3), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, a terceira etapa do programa de revitalização das sub-bacias do rio São Francisco, que será executada em 70 municípios mineiros, com R$ 13,5 milhões em investimentos.

Nesta terceira etapa, estão previstas a proteção de 479 nascentes e de 217 km² de áreas de matas ciliares e de topo de morro; a construção de 22.362 bacias de captação de água da chuva (conhecidas como barraginhas) e de 1.268 km de terraços em curva de nível, além da adequação ambiental de 137 km de estradas vicinais.

O principal objetivo do programa é aumentar a quantidade e qualidade de água e a conservação do solo por meio de infraestruturas com foco na bacia hidrográfica do rio São Francisco, revitalizando as sub-bacias e permitindo o abastecimento e uso racional desses recursos (água e solo) pelos agricultores e usuários da região, com a difusão tecnológica da prática de agricultura mais sustentável.

Neste ano, a maioria dos municípios que receberão as obras está localizada na porção Sul da bacia do São Francisco. Brasília de Minas está entre estes municípios. Professor Geélison representou os municípios do Norte de Minas durante o lançamento. Ele destacou a importância do Rio da Integração Nacional para esta região de cerrado e o quanto a população norte mineira depende do rio e de seus afluentes para sobreviver. “É imprescindível que algo seja feito para que o São Francisco seja revitalizado e continue sendo o sustento de tantos ribeirinhos ao longo de suas margens. Fonte de alimento, turismo e vida para toda a nossa região”, destacou Professor Geélison.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *