A Secretaria Municipal de Assistência Social, com apoio do CREAS e do Conselho Tutelar, realizou na manhã desta quinta-feira, 18 de maio, um evento na Praça Padre Magalhães, sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes.
Os índices de abuso no país são altos e é por isso que os municípios precisam estar preparados para prevenir e atender a casos como estes. Em Brasília de Minas em todo o ano de 2016, até o mês de maio deste ano, foram registrados 22 casos de abuso sexual. 13 casos com crianças de 0 a 12 anos e 09 casos com adolescentes de 13 a 17 anos. Setenta por cento dos abusos são com meninas e 30 por cento com meninos.
Débora Rabelo, presidente do Conselho Tutelar conta que, em Brasília de Minas, os casos de abuso sexual com crianças e adolescentes ocorrem com mais frequência nos bairros mais afastados e na zona rural; e que os abusadores, geralmente, são pessoas da própria família ou muito próximas, como tios, primos ou vizinhos. “Quando nos deparamos com um caso de abuso sexual, nossa primeira atitude é levar a vitima ao hospital para um exame de corpo de delito. Em seguida registramos um Boletim de Ocorrência na Polícia Militar e fazemos representação contra o agressor na Polícia Civil”, explica Débora.
A psicóloga do CREAS, Luciana Queiroz, alerta para os principais sinais que uma criança apresenta após sofrer abuso sexual:
– Choro sem motivo aparente;
– Dificuldade de alimentação;
– Não gosta mais de brincar;
– Problemas de saúde sem causa aparente;
– Isolamento.
Luciana alerta para as consequências que o abuso sexual pode trazer. “Geralmente as vitimas passam a ter um sentimento de culpa pelo ocorrido e só falam sobre o abuso com quem elas tenham muita confiança. As crianças e adolescentes abusadas apresentam quadros de depressão, síndrome do pânico e muita dificuldade de relacionamento”, relata a psicóloga.
Dezenas de crianças participaram do evento realizado na quadra poliesportiva da Praça. Entre as atividades houve alongamento, exercícios, brincadeiras, teatro, palestra e muita música. O prefeito Professor Geélison vestiu a camisa da campanha e falou com os jovens. Destacou a importância da família, da escola e das amizades; alertando para os cuidados que todos precisamos ter, especialmente com o advento da internet.
Amanda Cangussu, Secretária Municipal de Assistência Social, esteve à frente da campanha e parabenizou o trabalho feito pelo CREAS e pelo Conselho Tutelar na cidade. Ela disse que “A Secretaria está à disposição para ajudar no que for preciso, especialmente com o trabalho na Casa de Acolhimento, onde as crianças e adolescentes tem toda a assistência de uma equipe técnica para serem ajudadas a superar este trauma”, finalizou a secretária.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *