A primitiva povoação tem origem no desmembramento da freguesia de Morrinhos, a mais antiga da margem do rio São Francisco. Com o desmembramento, é criada a paróquia de Sant’Ana de Contendas. A história conta que esta denominação se deve às desavenças entre os habitantes sobre a escolha do local onde seria construída a igreja. O arraial de Contendas é elevado a vila em 1890. Em 1901, passa a ser chamada Vila de Brasília e, em 1923, tem o nome reduzido para Brasília. Com a transferência da Capital da República para o Planalto Central, a cidade cedeu gentilmente seu nome para a futura capital, em um acordo político entre o presidente Dr. Juscelino Kubitschek e o então prefeito de Brasília de Minas, Dr. Cassiano, que gerou uma leve mudança no nome da cidade, enquanto a capital federal assumida desde então o nome Brasília. Para não abrir mão totalmente de seu nome, decidiu-se, em 1962, através da Lei 2694, apenas acrescentar ao cedido nome, o adjunto “de Minas”, sendo a partir de então conhecida por Brasília de Minas. Para cumprimento de tal acordo foi informado em documento assinado pelo presidente Juscelino e Oscar Niemeyer a construção de uma estrada que ligaria Brasília de Minas a Brasília e esta receberia o nome de a Estrada da Integração, no mesmo documento informava também que o mesmo nível de reconhecimento de uma seria compatível com a outra.

Conforme demonstrado pela série JK exibida pela Rede Globo em 2006, o nome Brasília teria sido uma invenção sugestiva do então presidente Juscelino Kubitschek. Entretanto, nenhuma citação histórica ou cultural foi feita para a primeira cidade brasileira denominada Brasília, hoje também apelidada de Brasilinha.

O nome Brasília já existia na época do I Reinado. Existem mulheres com esse nome,antes da fundação da Cidade de JK.

Um dos principais atrativos turísticos do município é a profunda barragem de São Lourenço, seguida de cachoeiras e corredeiras, propícias para a prática de esportes radicais, como canoagem, rafting, rapel, dentre outros.

 

Unidade federativa: Minas Gerais

Mesorregião: Norte de Minas IBGE/2008

Microrregião: Montes Claros IBGE/2008

Municípios limítrofes: Campo Azul, Coração de Jesus, Japonvar, Luislândia, Mirabela, Patis, São João do Pacuí, São Francisco e Ubaí

Distância até a capital: 520 km

 

Características Geográficas

Área: 1 398,563 km² [4]

Urbana: 4,48 km² (segundo o memorial Histórico de Brasília de Minas)

Rural: 1.394,20

População: 31 221 hab. IBGE/2010[5]

Densidade: 22,32 hab./km²